Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Amanhã começa o festival e de todas as campanhas aqui apresentadas de forma aleatória sairão, seguramente, algumas premiadas. Estas são as últimas três.

Monoprix

Audi

Ikea

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nike

Gravity Rush 2 – PS 4

 SickKids

Autoria e outros dados (tags, etc)

Volkswagen

Donate Life

McDonald's

Autoria e outros dados (tags, etc)

Kenzo

 Movistar

 Samsung

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cannel 4 / Rio Paralympics

Momondo

H&M

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Festival de Cannes (Cannes Lions) começa no próximo sábado e são várias as apostas para os melhores filmes / campanhas. Até lá, durante esta semana, alguns dos favoritos (ordem aleatória).

Adidas

 

Sandy Hook Promise

 Maltesers

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que merecem MESMO ser vistas. McDonald’s.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Brothers in Arms

08.06.17

Tenho o (in)feliz hábito de me deitar tarde. Por uma série, um livro, um filme, jantares ou simplesmente o prazer de uma boa conversa, nunca quero saber (nem me lembro) que tenho que acordar todos os dias às 6h45 para levar os miúdos à escola. Ontem, por uma imperdível noite quente, foi um passeio na Feira do Livro e um jantar tardio com a melhor companhia do mundo no Bairro do Avillez, que me levou a deitar (bem) tarde.

O pior disto é que são alguns os dias em que o meu caçula Mateus resolve não dormir bem ou acordar cedo - e hoje foi um desses dias. Por volta das 6h da manhã, o pequeno estafermo - que, de repente, parece apaixonado pelo pai – resolve chamar e obrigar-me a ir para a cama dele, de onde saio ao fim de 10 minutos, para voltar à base. Ele não se fica e vem para a minha cama chatear a dizer que queria brincar com carrinhos. Entre o dormitar e o “quero o carrinho” tocou o despertador. Brothers in Arms, versão ao vivo do On the Night dos Dire Straits (1993) tem estado a acordar-me nos últimos dias e assim que começaram os primeiros acordes, os olhos dele muito abertos saltaram para cima dos meus. E ele para cima de mim. Em silêncio, embrulhado ao meu colo, ouviu a música até ao fim. Perguntei se tinha gostado, ouvi primeiro um “shim” e depois um “outra vez”. E ouvi, ouvimos outra vez, a olhar um para o outro. Dia ganho para mim e a esperança maior de que a boa música atravessará gerações sem limites temporais.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930