Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



FT-Logo.jpg

 

Numa altura em que tanto se discute se os sites de informação devem ou não abrir os conteúdos premium a todos os usuários (com o objetivo de aumentar tráfego e consequentes receitas publicitárias), eis que que surge uma notícia que dá que pensar… as receitas do Financial Times, geradas por conteúdos digitais premium, aumentaram 15% no último ano (representando nesta altura 60% das receitas totais do título).

Não sendo conclusivo, a verdade é que, se um título tiver efetivo valor e conteúdos de grande relevância no respetivo segmento (seja ele económico, generalista ou de desporto), não é assim tão linear que as receitas publicitárias o tornem mais rentável, só porque os conteúdos estão disponíveis para todos.

A título de curiosidade, o FT conseguiu, desta forma, aumentar as receitas publicitárias em dois dígitos (de 2014 para 2015).

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930