Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Lion

06.02.17

lion.jpg

A simplicidade da narrativa é inversamente proporcional ao impacto que a mesma tem nos espetadores. Forte, difícil de digerir sobretudo para quem tem filhos e/ou uma relação de grande afetividade com os irmãos, este é mais um dos filmes em cartaz que, para quem gosta de cinema, é imperdível.

Baseado numa história verídica e nomeado para vários Óscares, conta-nos, numa primeira parte verdadeiramente angustiante, como o pequeno Saroo se perde do irmão numa estação de comboios, de como vai parar a Calcutá (a mais de 1.500 quilómetros de casa e sem falar bengali) e de como, apesar da solidão e das imensas dificuldades, se torna um sobrevivente com o destino traçado.

A segunda parte, maioritariamente passada na Austrália e depois de ser adotado, é menos intensa e tem menos “rasgo”. Saroo surge já adulto e a viver numa a espécie de tortura mental, em que as memórias da perda da família original, sobretudo do irmão Gudu, são uma constante que o levam a definitiva e obcessivamente dar o passo de a voltar a encontrar (e o momento final do reencontro é emocionalmente avassalador).

A fotografia é sempre brilhante e são muitas as passagens em que os silêncios ou os barulhos da rua ou dos comboios são fortes o suficiente para serem tão ou mais importantes que o contraste brutal das cores (apesar da extraordinária banda sonora). O filme é poderoso e cativante. Para Óscares, sem dúvida.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De Sandra a 07.02.2017 às 11:20

Li o livro escrito pelo próprio Saroo antes de ver o filme. E mesmo já sabendo o que ia acontecer em cada momento do filme, também me emocionei. Ainda assim, o livro traz muito mais pormenores importantes para entendermos a imensidão de tudo o que aquele miúdo passou, obviamente que o filme só retrata algumas partes. Vale a pena ler o livro também e ver o documentário! Fica a sugestão!

De Fátima Bento a 07.02.2017 às 12:24

Está na lista dos ainda-não-vistos-mas-para-ver. Hoje vou ver o Manchester by the sea.

Adorei a tua impressão, quase que se "sente" a descrição...

De Dona Pavlova a 07.02.2017 às 15:00

Vi este fim de semana e é mesmo muito bom, intenso e ao mesmo tempo angustiante ;)

De C.S. a 07.02.2017 às 15:58

Quero muito ver!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728