Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mário Soares

10.01.17

mário soares.jpg

Mário Soares foi, desde sempre, um homem controverso e cujas ideias e atitudes políticas geraram, também desde sempre, amores e ódios vários.

Mesmo não empatizando exageradamente com a sua figura e forma de estar, a verdade é que estamos reconhecidamente perante a morte de um dos portugueses mais ilustres e influentes da nossa história, daqueles que vão ficar “marcados” nos livros (se, no futuro, ainda existirem livros), provavelmente pelas melhores (e incontornáveis) razões.

Para muitos da minha geração, será inesquecível a campanha das presidenciais de 1986 e os anos seguintes como Presidente da República, embora os seus grandes e mais valiosos feitos pela democracia portuguesa tenham acontecido mais de uma década antes.

De Mário Soares guardarei também a imagem de um homem fixe com uma enorme dedicação à Liberdade, de um socialista corajoso e com convicções pouco ou nada dependentes das sondagens – e isto é raro e valioso, sobretudo nos dias de hoje.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De simplesmente avô a 11.01.2017 às 12:54



Concordo consigo.
Destaco, a este propósito, a sua defesa desassombrada e gratuita dos presos políticos, durante o anterior regime,
Era, na verdade, precisa muita coragem para enfrentar os srs. juízes dos tribunais plenários daquela época.

De José Seco a 11.01.2017 às 13:56

Enquanto Soares e outros tantos passaram pelo poder e fizeram o que bem lhes apeteceu o povo emigrou e continua a emigrar por causa destes governantes todos. Não faltaram também ao longo de todos estes anos polémicas em torno de Mário Soares. Por conseguinte parece-me que se cai no exagero sobre a forma como se continua a homenagear a classe política portuguesa. Merecem respeito na hora da morte como qualquer ser humano mas não merecem mais do que isso porque se serviram bem do poder à custa dos sacrifícios do povo!!!!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031