Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Novo Banco

04.10.16

NB.jpg

A curto médio prazo continuam a adivinhar-se dias complicados para quem trabalha no Novo Banco. Quando se efetuar a venda, provavelmente existirão ajustes no número de funcionários e na quantidade de balcões e novos, mais ambiciosos e difíceis objetivos. Provavelmente existirá também um rebranding, mas, até lá, a vida continua para a marca que existe e há que promovê-la - mesmo estando “ligada às máquinas”.

Sob o mote “Pense novo, pense Novo Banco”, o seu presidente, António Ramalho, assumiu as rédeas, inovou e arriscou ser ele o elo de comunicação com os consumidores, assinando com a própria voz o spot de rádio.

De facto, haverá alguém melhor que o próprio presidente do banco para tentar credibilizar uma instituição com um capital de marca “nas ruas da amargura” e tentar assumir com este movimento um compromisso de futuro?

Mas fará sentido promover uma marca que, em princípio, estará na reta final da sua existência - mesmo sabendo que após a venda os clientes se vão manter? Conseguirá com este movimento captar novos clientes e fidelizar os dois milhões que tem em carteira?

Como sempre e em quase tudo na vida, o tempo dirá. Mas uma coisa é certa: a banca talvez seja hoje um dos segmentos mais difíceis de promover com eficácia. E fazê-lo bem, parece uma tarefa quase hercúlea. Parece uma ambição quase louca, a daqueles que se propõe a tentar credibilizar um setor amplamente fragilizado aos olhos dos consumidores - mais ainda quando falamos especificamente de um player que afetou, direta e negativamente, a vida de milhares de portugueses.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De José a 08.10.2016 às 19:06

"De fato, haverá alguém melhor que o próprio presidente do banco". Mas o presidente do banco está de fato? E também usa gravata? Repare que o AO não é assim que se aplica...

De RB a 08.10.2016 às 23:10

Tem toda a razão, obrigado pela correção.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031