Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O efeito Netflix

11.05.17

Cinepolis.jpg

Enquanto em Portugal andamos ainda a discutir a passagem das audiências (e do investimento publicitário) em televisão dos canais abertos para o cabo, nos Estados Unidos, discute-se a passagem dos telespetadores dos canais cabo para as operadoras que “servem” conteúdos taylor made (Netlflix, Youtube, etc).

Na prática as mudanças do consumo no entretenimento estão a mudar rapidamente e de forma profunda, o que levou a que, por exemplo, a ESPN americana (“The Worldwide Leader in Sports”) avançasse no final de Abril para um layoff de 100 trabalhadores - entre os quais vários “pesos pesados” da estação, caras de grande reconhecimento por parte do publico americano.

Por lá chama-lhe o “efeito Netflix” e a colateralidade estende-se também (obviamente), ao cinema, onde a rede Cinepolis instalou em algumas das suas salas uma espécie de playground, com o objetivo de conseguir maior frequencia de familias na exibição dos filmes. Basicamente está aberto 20 minutos antes do inicio das sessões e nos intervalos de 15 minutos - e não sei se por cá seria adepto se aparecesse uma solução destas, mas gosto da inovação.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De P.P. a 12.06.2017 às 20:54

"Pecador" confesso-me: prefiro a Netflix à grande maioria dos nossos canais por cabo e generalistas!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031