Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Rui Maria Pêgo

17.06.16

rui maria pego.jpg

Ninguém, com o mínimo de bom senso, ficou indiferente ao massacre numa discoteca em Orlando, no passado fim-de-semana. Uns, mais do que outros, foram exibindo a natural indignação. Uns, mais do que outros, fizeram questão de mostrar a revolta que lhes ia na alma, perante mais uma atrocidade, num país que insiste em vender armas como se fossem cogumelos.

O Rui Maria Pêgo expôs o que sentiu, e muito bem, aqui. E assumiu, no desabafo, “gostar de meninos”.

Independentemente do foco da mensagem estar na inacreditável chacina, logo surgiram comentários estúpidos (não me ocorre outro adjetivo) sobre o que menos importava. E a natureza humana, às vezes, é tão surpreendentemente má, que começaram a surgir também comentários ofensivos, que acusavam o radialista de pedofilia, por “gostar de meninos” – o que o “obrigou” a alterar o post para um “gostar de homens”.

Pergunto-me muitas vezes o que têm algumas pessoas na cabeça, pergunto-me em que momento e qual a razão pela qual se transformaram numa espécie de corja, género abutre, que aponta o dedo a tudo e a todos e que destila ódio só porque sim. Pergunto-me o que leva as pessoas a serem cruéis e que atos desumanos cometeriam por cá, se também lhes déssemos a facilidade de terem armas na mão. Pergunto-me porque não se limitam a tentar viver bem com as felicidades várias que podem, na maior parte dos casos, encontrar à frente do nariz, em vez de “esquartejarem” on-line quem apenas teve um ato público normal, mas ainda assim, de admirável coragem.

Enfim, na essência, vamos vivendo com o sonho cada vez mais longínquo do dia em que os crimes de ódio (todos os crimes de ódio) acabem de vez e com a ténue esperança de que, também um dia, a tolerância e o respeito façam parte da nossa base civilizacional, de forma clara. Até porque, de facto e citando o Rui, “um dia vamos todos parar ao mesmo forno”.

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

De Maria Castelo a 17.06.2016 às 10:24

São pessoas frustradas e invejosas, porque não têm coragem de assumir aquilo que são, por isso é mais fácil humilhar e difamar o outro.
Enfim são uns pobres coitados, sem carácter.

De Teresa a 17.06.2016 às 11:24

Uma coisa que sinto é que de repente ninguém pode dar a sua opinião se ela for contrária à maré.
Acabarão por só resistir os thugs que não se importam com ninguém nem nada. As caixas de comentários dos media já são disso um bom exemplo...
Na verdade hoje em dia não podes dar a tua opinião ou compartilhar a tua experiência. (aqui poderíamos vir com a lenga lenga que de facto não é necessária mas porque é necessário por dá cá aquela palha alguém vir afirmar que é vegan ou homosexual?!)
Não podes alertar uma mãe que um shopping não é parque infantil porque uma figura pública foi a um e perdeu o filho, não podes chocar-te com risos quando o tema não era para rir porque um tonto insultou MAS o amigo figura pública riu...
Eu não conhecia esta figura pública. Só percebi quem seria pelo sobrenome mais filho de no título mas compreendo quem pensou, e disse, que "gosto de meninos" não é brincadeira que se faça. Nem pelo meu filho, nem por uma figura pública, nem por ninguém. É um comentário esquisito e ainda mais estando todos sensíveis para o que se passa, infelizmente, na nossa sociedade.
Lembro uma altura em que num curso de catequistas as mesmas foram alertadas que não deveriam usar a expressão "Deus é Pai" porque muitos dos jovens que andavam na catequese tinham uma péssiam referência e ligação à figura Pai. Não caiu o Carmo e a Trindade. Nem, que se saiba, alguém foi parar ao forno por dizer ou por não dizer.
Quando no fim só comentarem tontos para quem está tudo bem ou os thugs com má criação vamos lamentar ter deitado fora os que, com frontalidade, nos fazem mudar uma expressão porque, no fundo, compreendemos que escrevemos a quente uma coisa que não soa bem - atendendo ao que todos sabemos e vivemos.
Na minha casa as crianças e jovens ouviram sempre e de várias gerações expressões como "há coisas que não se dizem" "há coisas que nem a brincar" e o forno só se ligava nas festas e para assar Cabrito. Entre nós - crianças e jovens - continuavamos com as piadas parolas e de mau gosto mas em voz alta não. Uma figura pública tem para além do privilégio que vem com o status - e sabemos que são muitos - uma responsabilidade. A mesma responsabilidade que deu a este jovem espaço para assumir a sua homosexualidade obrigada a que não diga coisas que não deve e aquela era de facto uma delas.

De Luis Santos a 17.06.2016 às 14:31

Tenho 55 anos, e de certa forma sempre gostei de "meninos" quer dizer pessoas do mesmo sexo isto para os menos esclarecidos "homens". Reprimi durante anos e anos a minha sexualidade pois era crime ser paneleiro aliás só era paneleiro " quem levava pois os outros eram muito machos.

Isto para dizer no fundo que vivemos num pais livre, que a orientação sexual é a de cada um, e a vida é para ser vivida por forma a sermos felizes nesta passagem, e acima de tudo que possamos amar seja de que forma for.

Ainda bem que existem pessoas como o Rui, por não se importarem com os insultos e mostrar a sua opinião publicamente, pois tem mais impacto como figura publica.

A todos aqueles que se sentem incomodados com a sexualidade dos outros, devem procurar ajuda profissional e psiquiatria ou psicologia, pois podem estar a passar por alguma qualquer forma de repressão da sua sexualidade e não são felizes de certeza absoluta.

De Anónimo a 17.06.2016 às 15:03

Vivam e deixem viver..

De Cajó a 17.06.2016 às 15:18

"Ai ele disse meninos, disse meninos!!!! Que horror!! Sei que a intenção era outra completamente diferente, mas de facto, isto insulta os meus valores morais e de vida em sociedade; e mais, demonstra e incentiva a um comportamento reprovável e hediondo. Deixa cá mandar uns bitaites a insultar."

Cambada de virgens ofendidas, tenham juízo.

De Cajó a 17.06.2016 às 15:19

Já agora, blogger, para quem é apologista da liberdade de expressão sujeitar os comentários à aprovação é um tanto ou quanto contrassensual. Mesmo quando os comentários vêm de idiotas, é preciso deixá-los serem idiotas. Felicidades para o blog.

De Ana Paula Quintas a 17.06.2016 às 15:53

O Rui Maria Rego, continua lindo e mostrou ser um grande Homem.
Parabéns!

De José a 17.06.2016 às 16:39

Sem dúvida, é verdade “Bem dizia Eça de Queiroz”... Um povo imbecilizado, pouco instruído, sem as mínimas noções de cidadania, nem de respeito pelo outro.
Um povo mesquinho, invejoso, que se preocupa mais, com a vida dos outros, de que, com a sua. Um povo que coscuvilha, que não pode ver ninguém feliz, e que vive e fica feliz, com a desgraça alhea.
Então eu pergunto, que temos a ver, com o que, os outros fazem na sua vida privada.
Preocupa-mo nos com a vida dos outros, e a nossa está um caos.
Existem, problemas muito sérios no País, que nos dizem respeito, a todos nós, e que nos afectam, de uma forma directa ou indirecta,e aí não fazemos nada, não nos indignamos.
Mas, se porventura, alguém assume de uma forma corajosa, tornar público, algo muito pessoal; então, o caso muda de figura, arregalamos os olhos e os ouvidos, e de imediato andamos a procura de qualquer mesquinhice, que desvirtue a mensagem, para assim, apontar o dedo e humilhar, denegrir, insultar, fazer bulling, pois não conseguimos aceitar, nem conseguimos viver com a felicidade dos outros...
Já no antigo regime, sabiam o que fazer, para manter a mente do povo, estúpida e de forma controlada...Não se dava instrução ao povo, e ao mesmo tempo, ocupava-se a cabaça deste, com manobras de diversão, que aliás, ainda hoje funcionam muito bem...Uma educação religiosa desvirtualizada, o futebol, as novelas, as festas populares, os programas pimbas, a quinta dos famosos, as revistas cor de rosa entre outras coisas...
Ao longo dos anos, nas escolas, nunca se apostou numa cultura cívica...e por ai a fora...E desta forma, perpetua-se várias gerações, de gente amorfa sem espinha dorsal, intolerante, que só pensa, em se embriagar até cair, em sexo sem mexo, em andar a porrada por futilidades, como em jogos de futebol e há porta de discotecas, em bater na mulher e nos filhos, na tasca lançar piropos ás "gajas", para assim mostrar a sua virilidade, de Homem como deve de ser, lançar insultos ao volante, reclamar sem razão...E por ai a fora...
E depois, disto tudo, temos uma sociedade preguiçosa, intolerante, preconceituosa, mesquinha, invejosa, que nada mais faz, do que destilar veneno e infelicidade...Pois, como têm uma vida vazia, infeliz, não podem ver os outros de bem com a vida...
Claro que, no meio disto tudo, felizmente há excepções à regra.
Aqueles, que diariamente, lutam por um mundo, mais justo e Humanizado, como o Papa Francisco.
Está tudo dito…

De Antonio a 17.06.2016 às 16:54

O que mais me irrita é que "aquelas" pessoas que criticam, que na rua quando veem dois homens juntos, apontam o dedo e como se acham machões lhes chamam "maricas, etc" mas são os mesmos que há noite se encontrar a vaguear dentro do automóvel pelas ruas do Parque Eduardo VII, ou pelo Conde Redondo. Essas pessoas precisam de ter um espelho em casa.

De sarabanda a 17.06.2016 às 16:58

Cada um é aquilo que entende, mas agora é moda ser gay, parece até que não ser gay é uma espécie de anormalidade. Não percebo porque têm os gays de proclamarem aos 4 ventos que o são, Parece que são parvos. Sejam gays à vontade mas para quê fazer disso uma bandeira. Eu não sou gay e tenho muito orgulho em não o ser. Se me incomodam os que o são ? Nem por isso. Se acho que isso é normal? Não, não acho. É a minha opinião. Tão respeitável como qualquer outra.

De Madalena a 17.06.2016 às 18:51

Completamente de acordo. Ainda hei de perceber qual a necessidade de se ter q dizer qual a orientação sexual. E ainda para além de é ser moda tem q se achar muito bem e muito normal. Não é !

De Manuel a 17.06.2016 às 22:07

Ó sr(a) sarbanda, acha que não é natural haver homossexuais?

Então leia isto:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Homossexualidade_no_reino_animal

Instrua-se e desformate esse cérebro de Idade Média.

É moda ser gay?

Porquê?

Quando os negros se conseguiram libertar da escravidão e de serem mal tratados e começaram a reivindicar os seus direitos passoiu a ser moda ser negro ???

Só para rir mesmo !!! ...

De sarabanda a 18.06.2016 às 00:26

A wikipédia não é, segundo creio, uma fonte científica muito rigorosa. E a escravatura nada tem a ver com o assunto (as monstruosidades da humanidade são muitas).

Mas insisto que ser gay não é normal. S ereparar na espécie humana existe reprodução sexuada que implica justamente ... 2 sexos diferentes para acontecer, ou seja, para permitir a continuidade de indivíduos.
Ser gay é um desvio, é o desequilíbrio de um organismo (que é de um sexo mas gostaria de ser de outro, ou se inclina para o mesmo sabe-se lá porquê).
Está na moda e enferma de algum exibicionismo. Exibem-se para chamarem a atenção. Mas infelizmente não é dizendo que ser gay é normal que passam a ser normais... uma mentira repetida não passa a ser verdadeira.

Sejam gays à vontade ! Pintem-se às cores, encham-se de maneirismos e tiques, exibam-se abundantemente se isso os faz felizes. Mas não queiram mandar no que os outros pensam. Na idade Média vivem as pessoas que se acham donas da exclusividade de pensamento - incluindo os que pensam que ser gay é a coisa mais bonita e natural do mundo.

Mas há muito quem pense o contrário! e não ande por aí com bandeiras. Ser gay é talvez um pouco triste, pelo desacerto que revela, por ser um erro da Natureza e um desvio à normalidade. Porque o normal, meu caro, NÃO é ser gay !

De Anónimo a 18.06.2016 às 03:30

Você é que é um erro da Natureza.

Consegue ser menos inteligente que os animais que formam pares homossexuais para a vida inteira (sim, eles foram fazem da Natureza, tal como você).

Felizmente eles não criticam nem atacam, vivem e deixam viver que é o maior símbolo de inteligência e serenidade que existe (o que não é nítidamente o seu caso).

Você confunde os efeminados com os gays.

Senhor(a), há heteros efeminados, assim como há gays não efeminados (a esmagadora maioria, diga-se de passagem).

Você é que tem a mente cristalizada como o quartzo.

Curiosamente é do conhecimento geral, graças aos avanços da Psicologia, que quem mais ataca ou acha anormal um gay é quem mais tem os instintos recalcados e tem medo de muito provavelmente sentir algo que quer reprimir.

Quem é hetero e está bem como a sua sexualidade, como, felizmente , nos dão exemplo muitos países da Europa do Norte onde os heteros acham completamente natural haver casais gays (geralmente as pessoas inteligentes vivem e deixam viver e não criticam).

O mundo está farto de preconceitos bafientos e podres que só têm atrasado o progresso humano.

Está na hora de avançar e olhar para todos os seres humanos como iguais.

Eu, por exemplo, posso achar que você deve ter um QIE baixo (espero que saiba o que é ...) e não digo que pessoas como você não devam existir.

Mete-me é dó, pena mesmo, pensar que ainda há gente com a mente tão própria da Idade da Pedra, em pleno séc XXI.

Isso é que é um retrocesso para a Humanidade ... pensar-se ainda assim ...

Enfim, os meus sentimentos pela sua bolorenta visão das coisas.

Pessoas como você, afinal, também fazem parte da Natureza .... (um outro tipo de aberração) ...





De sarabanda a 18.06.2016 às 17:01

Se fosse mesmo-mesmo-mesmo normal e natural não se irritavam quando são criticados...aceitavam com serenidade a opinião contrária. Como os ruivos, por exemplo...
Quem precisa de se afirmar publicamente é porque não está bem com a sua intimidade (que devia ser discreta e tranquila). Por mim podem ser gays à vontade, é que nem aquece nem arrefece, e não merece sequer os insultos que v. excia aqui deixou. Ou não está tão sereno como afirma? pois é. Pois é.

De Anónimo a 18.06.2016 às 19:41

A falta de argúcia e inteligência por vezes cansa e faz-nos perder a serenidade (saliento "por vezes").
É uma característica transversal a todos os seres humanos ....

Afinal a paciência tem limites !!! ... ;)

Passe bem.

De Anónimo a 18.06.2016 às 03:33

E já agora os ruivos estão em grande minoria e não são anormais, nem aberrações por causa disso.

Abra a sua mente que bem precisa ...

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Junho 2016

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930