Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Regresso às aulas aconteceu em força no arranque desta semana e depois de quase 700€ investidos em livros, é bom perceber que as editoras se adaptaram a outros tempos, a novas formas de estudo mais interativas e vocacionadas para o conhecimento imediato online - onde tanto tempo os mais novos gostam de passar.

Nos últimos anos (décadas?) foram poucas as evoluções nos métodos de ensino, sobretudo nas salas de aula. Regra geral, os alunos continuam de rabo sentado na cadeira a ouvir os débitos de conhecimento dos professores e/ou a copiar a informação dos quadros, sem que peças interativas e uma linguagem mais adaptada às novas tecnologias seja instituída por um Ministério que teima em não ver que os tempos mudaram muito, que os alunos não têm o mesmo perfil de há 10/20/30 anos.

Felizmente, à margem disto, vivem alguns docentes e editoras. Os primeiros - a peça de maior capital no puzzle do ensino - de livre e espontânea vontade, fazem “das tripas coração” para cativar os sentidos dos aprendizes, esforçando-se para que a interação positiva seja uma constante. Os segundos, embora (obviamente) por motivos económicos, têm tentado acompanhar os interesses de miúdos sempre “ligados” e que, com a atenção demasiado dispersa pelas redes que os envolvem, têm cada vez menos capacidade de se focar.

Neste capítulo, o Grupo Porto Editora (polémicas imbecis à parte, com a história dos manuais com exercícios diferentes para meninas e meninas) desenvolveu uma app que permite usufruir de realidade aumentada / conteúdos multimédia através de alguns livros escolares, promovendo assim - de forma complementar - um estudo mais envolvente e seguramente mais eficaz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Prost!

15.09.17

Uns ténis especiais resistentes à cerveja e ao vómito, para o caso destes lhes caírem em cima? Sim, criados pela Adidas para o Oktoberfest, que começa no próximo fim-de-semana.

Saúde! (ou PROST, em Alemão).

(e para quem não for ao Oktoberfest, pode usar por cá, por exemplo, nas semanas académicas).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em Hangzhou, na China, foi implementado no KFC um novo método de pagamento - o sorriso.

O sistema smile to pay reconhece através de uma câmara o sorriso do cliente e tende a substituir os tradicionais cartões de pagamento.

Pergunto-me apenas o que acontece se o cliente for mal atendido ou a conta for muito elevada e a vontade de sorrir ao pagar... não existir…

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que merecem MESMO ser vistas. Heinz.

(o filme “A Can Size for Every Aussie” promove as latas de feijão da marca e foi lançado apenas no mercado Australiano – e o melhor elogio que se lhe pode fazer é que é tão bom, que parece um filme da Pixar).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que merecem MESMO ser vistas. Heineken.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que merecem MESMO ser vistas. McDonald’s.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Que merecem MESMO ser vistas, nem que seja pela enorme diferença social e cultural que espelham.

De forma muitíssimo controversa e discutível, a operadora do Médio Oriente Zain lançou uma campanha colada ao tema terrorismo, apelando aos fundamentalistas para amarem o seu Deus com amor - e tentando sensibilizar potenciais terroristas a não se fazerem explodir; recorreu a imagens reais e a alguns protagonistas que estiveram envolvidos em atentados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

No passado fim-de-semana o Banco Alimentar fez mais uma recolha de donativos, mas com menos sucesso do que o esperado. Isabel Jonet, responsável pelo extraordinário projeto, queixou-se numa entrevista de rádio ter sentido a falta de voluntários por causa do jogo do Benfica (final da Taça de Portugal) - sem voluntários, fica comprometido o sucesso da campanha de recolha.

O departamento de marketing do Benfica respondeu muito bem, mostrando que também fora de campo este ano está a milhas de todos os outros clubes. Parabéns sinceros pela iniciativa!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930