Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Regresso às aulas aconteceu em força no arranque desta semana e depois de quase 700€ investidos em livros, é bom perceber que as editoras se adaptaram a outros tempos, a novas formas de estudo mais interativas e vocacionadas para o conhecimento imediato online - onde tanto tempo os mais novos gostam de passar.

Nos últimos anos (décadas?) foram poucas as evoluções nos métodos de ensino, sobretudo nas salas de aula. Regra geral, os alunos continuam de rabo sentado na cadeira a ouvir os débitos de conhecimento dos professores e/ou a copiar a informação dos quadros, sem que peças interativas e uma linguagem mais adaptada às novas tecnologias seja instituída por um Ministério que teima em não ver que os tempos mudaram muito, que os alunos não têm o mesmo perfil de há 10/20/30 anos.

Felizmente, à margem disto, vivem alguns docentes e editoras. Os primeiros - a peça de maior capital no puzzle do ensino - de livre e espontânea vontade, fazem “das tripas coração” para cativar os sentidos dos aprendizes, esforçando-se para que a interação positiva seja uma constante. Os segundos, embora (obviamente) por motivos económicos, têm tentado acompanhar os interesses de miúdos sempre “ligados” e que, com a atenção demasiado dispersa pelas redes que os envolvem, têm cada vez menos capacidade de se focar.

Neste capítulo, o Grupo Porto Editora (polémicas imbecis à parte, com a história dos manuais com exercícios diferentes para meninas e meninas) desenvolveu uma app que permite usufruir de realidade aumentada / conteúdos multimédia através de alguns livros escolares, promovendo assim - de forma complementar - um estudo mais envolvente e seguramente mais eficaz.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Alexandra Martins a 19.09.2017 às 10:54

Olá Ricardo. Apenas uma pequena correção: todo o Grupo Porto Editora, que engloba também a Raiz Editora e a Areal Editores, possibilita a utilização do Manual Híbrido. Ou seja, alunos que não têm nenhum livro da Porto Editora mas da Raiz ou da Areal também podem usufruir desta aplicação.

Entretanto, as editoras escolares têm evoluído muito ao longo da última década e disponibilizam às escolas e aos professores milhares de recursos didáticos digitais, como aulas digitais, infografias, powerpoints didáticos, exercícios interativos para se fazerem na sala de aula, etc. No caso do Grupo Porto Editora, é a Escola Virtual, no caso do Grupo Leya, é a 20 Aula Digital. Ainda que o conceito teórico das aulas não tenha mudado muito, os professores que querem têm ao seu dispor várias ferramentas para poderem fazer coisas diferentes. :)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930